Bate e volta: Segunda Caravana do ano visita nordeste paraense

0

Entre um atendimento e outro, uma pausa breve, quando possível, para ouvir as principais ações do Sindicato em defesa da categoria e sobre a importância da sindicalização. “Quando não dá para o colega parar o atendimento, então a gente conversa com ele durante o atendimento mesmo e deixa nossos contatos. Quem já é sindicalizado ou aqueles que se associam durante a nossa visita, recebem a agenda e o calendário 2022, um kit bastante útil para as anotações do dia a dia”, afirma a presidenta do Sindicato e bancária da Caixa, Tatiana Oliveira.

Foi entre um intervalo de atendimento para o outro que o bancário do Santander em Castanhal, Rodrigo Neves, aproveitou a visita da entidade sindical na cidade para preencher a ficha de sindicalização. “Sempre achei importante a luta do Sindicato e que para ela se fortaleça precisamos somar. O Sindicato já veio aqui várias vezes, mas por conta da correria nunca tinha conseguido me filiar e hoje, felizmente, deu certo, consegui”, afirma.

Outros 22 bancários e bancárias de Santa Izabel, Castanhal e Inhangapi, no nordeste paraense, tomaram a mesma decisão de Rodrigo, que não só fortalece a luta de toda a categoria; mas possibilita que a Caravana Bancária continue chegando aos demais municípios paraenses conforme o cenário da pandemia.

“Que bacana ver vocês aqui de novo. Tô há seis meses trabalhando aqui e já é a segunda visita que recebemos do Sindicato, comenta o bancário do Banpará de Inhangapi, Junior Lacerda, que ficou com a ficha de sindicalização em mãos para preencher e mandar por e-mail o documento assinado (a filiação também pode ser feita on-line aqui).

Na última quinta-feira (20), a segunda Caravana Bancária do ano foi em dose dupla. Além da presidenta da entidade sindical, Tatiana Oliveira, acompanhada dos dirigentes Luiz Otávio (Banco da Amazônia) e Paulo César Farias (Santander), outra equipe formada pelo diretor do Sindicato, Gilmar Santos, e pela diretora da Contraf-CUT, Rosalina Amorim; ambos funcionários do Banco do Brasil; possibilitou um roteiro de visita aos três municípios da região nordeste em um único dia.

“Aproveitamos a visita também para atualizar nossos colegas sobre nossas ações no enfrentamento à pandemia e ao surto de gripe junto aos representantes dos bancos; e que não é o momento de relaxarmos nas medidas de prevenção: uso de máscara adequada sempre, higienização das mãos e distanciamento social, toda vez que for possível. E orientamos todos que toda vez que eles verem que os protocolos sanitários não estão sendo cumpridos que procurem a gente para tomarmos as medidas cabíveis”, conta Gilmar Santos.

No início da semana passada, o Comando Nacional dos Bancários cobrou que os bancos mantenham os protocolos de segurança sanitária para garantir a saúde e a vida da categoria, assim como reduzir a propagação e o contágio da população pelo vírus da Covid-19 e suas variantes. A representação dos trabalhadores também solicitou a suspensão de visitas a clientes neste momento de alta de casos de infecção; a retomada do teletrabalho em home office; melhorias do atendimento em telemedicina; o compromisso com a não-demissão; e a volta do controle de acesso às agências bancárias, entre outras reivindicações.

Clique aqui e saiba quais outros assuntos debatidos durante a reunião

 

Fonte: Bancários com Contraf-CUT

Comments are closed.