Categoria constrói calendário de lutas durante 14ª Conferência Estadual Bancária

0

Mais de 90 delegados e delegadas sindicais do Banco do Brasil, Caixa, Banco da Amazônia e Banpará tomaram posse no último sábado (6), na sede do Sindicato, em Belém. A solenidade abriu as atividades do segundo dia da 14ª Conferência Estadual Bancária.

“Além de representar a categoria junto à entidade, o delegado é também o Sindicato no seu respectivo local de trabalho, onde deve promover a organização dos bancários em sua unidade, com o objetivo de melhorar as condições de vida, de salário e de trabalho. Também é função do delegado participar das atividades promovidas pela entidade e encaminhar as resoluções aprovadas nos encontros, congressos e fóruns, que é o que faremos aqui hoje, onde eles terão a primeira experiência depois de empossados. Sejam bem vindos!”, explica o presidente da entidade, Gilmar Santos. O mandato é de 1 ano.

Pelas dimensões territoriais do Pará, segundo maior estado em extensão do Brasil, a comunicação virtual é uma das principais ferramentas para fazer com que a notícia chegue de forma mais rápida e eficaz, por isso, logo após a posse dos novos delegados e delegadas, a diretora de Comunicação do Sindicato, Rosalina Amorim, apresentou a Comunicação da entidade e como ela funciona.

“Além do site, estamos presentes nas principais redes sociais que são atualizadas diariamente, bem como o envio de mensagens, todo dia, pela lista de transmissão, boletins eletrônicos duas vezes por semana, produção de revista semestral impressa e online, tudo para que a notícia possa chegar para toda a categoria quase que instantaneamente”, comenta Rosalina.

Delegação 21ª Conferência Nacional Bancária

 Durante a Conferência Estadual, os bancários e bancárias também elegeram a delegação paraense que vai representar a categoria do estado na 21ª Conferência Nacional, nos dias 3 e 4 de agosto, em São Paulo.

Duas chapas se inscreveram, sendo que a Chapa 1 “Resistência, Unidade e Luta”  teve 46 votos contra 27 para a Chapa 2 “Oposição, Sindicato é pra lutar”.

De acordo com o regimento e respeitando a paridade e proporcionalidade são 6 vagas para a Chapa 1 e 4 para a Chapa 2, sendo que 60% deve ser composto por mulheres e os 40% formado por homens.

Jurídico

A Conferência encerrou com a mesa sobre as principais ações jurídicas ajuizadas pelo Sindicato contra os bancos públicos e o andamento de cada uma delas, além dos principais impactos da ‘reforma’ trabalhista.

De acordo com dados divulgados pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), as Varas de Trabalho apontaram uma redução de 36,06% nas reclamações registradas. Entre janeiro e setembro de 2017, foram contabilizadas 2.013.241 ações contra 1.287.208, em relação ao mesmo período daquele ano.

“O negociado sobre o legislado é um dos motivos, além da mudança no pagamento dos honorários da ação. Com a ‘reforma’, caso perca o processo, o trabalhador é obrigado a arcar com os custos da ação judicial e a pagar o valor de sucumbência ao advogado da parte vencedora, por isso, a importância de procurar os advogados do Sindicato que farão um estudo da melhor forma de ingressar com ação sem maiores prejuízos e despesas ao trabalhador e à trabalhadora”, comenta a advogada Mary Cohen de um dos escritórios que atendem a entidade sindical.

Encontros Estadual Banco do Brasil e Caixa

Após o encerramento da Conferência Estadual, os bancários e bancárias se reuniram por corporação para darem início aos encontros específicos do Banco do Brasil, Caixa e Banpará, além do Congresso Nacional do Banco da Amazônia.

“Nos encontros debatemos nossas demandas específicas que serão apresentadas e defendidas nos Congressos Nacional, já que cada estado tem uma realidade de trabalho totalmente diferente. Aqui enfrentamos a insegurança bancária diariamente, além da jornada excessiva diante da alta demanda. Também ratificamos nossa participação no calendário de lutas das centrais contra a ‘reforma’ da Previdência”, conta a vice-presidenta do Sindicato e bancária da Caixa, Tatiana Oliveira.

Para o Congresso Nacional da Caixa os eleitos foram: Tatiana Oliveira e Josiana Oliveira (Belém), Diones Lima (Marabá) e Joacy Pereira (Santarém). Os suplentes: Cristiane Aleixo e Rafael Mesquita (Belém) e Paulo Lima.

Já o funcionalismo do BB será representado pela delegação formada pelos dirigentes sindicais Fábio Gian, Rosalina Amorim e Tânia Barbosa (BB), e Wellington Araújo (Marabá). Os suplentes foram: José Erruas (Belém) e Idene Gomes (Marabá).

Todos os eventos acontecem no próximo mês na capital paulista.

Leia também: Primeiro dia da 14ª Conferência Bancária teve mística e debate sobre ‘reforma’ da Previdência

 

Fonte: Bancários PA

Comments are closed.